Comprar um ponto comercial: Cuidados e Dicas

5 minutos para ler

A escolha do local onde sua empresa vai ficar é um dos fatores determinantes de sucesso. Sabemos que essa pode ser uma tarefa complicada, que exige muito cuidado. Afinal, como saber qual ponto é o ideal para crescer? Não é à toa que essa análise tem nome: Geomarketing.

A compra de um ponto comercial deve ser feita antes do início de um novo negócio, mas ela também pode acontecer em processos de expansão da marca ou em situações de crise. 

O mais recomendado é estudar muito bem as possibilidades antes de bater o martelo. Por isso, selecionamos alguns critérios essenciais para te ajudar nessa tarefa! 

Infraestrutura

É essencial ter cuidado com as condições de infraestrutura do ponto comercial. Verifique bem todas as condições do imóvel, checando, por exemplo, se as paredes estão limpas e pintadas. Repare se existem vazamentos, infiltrações, goteiras, se os encanamentos estão funcionando e se o sistema elétrico está em boa situação.

Já vimos muitos cenários em que há mais gastos com reformas do que com a compra do próprio ponto comercial — ou seja, pode sair mais em conta investir em um imóvel com um valor mais alto, mas que não necessite de reformas.

É inevitável que haja a necessidade de fazer manutenções no local, porém, adquirir um imóvel que esteja pronto para começar pode ser vantajoso para o empreendedor.

Aspectos contábeis

Antes de tomar sua decisão, observe os aspectos contábeis. Quando um investidor adquire um fundo de comércio, ele leva também vitrine, máquinas e estoques.

Dependendo do contrato, mesmo quando o empreendedor opta por não ficar com os equipamentos existentes, é ele quem assume as dívidas dos instrumentos, mesmo que o antigo dono também assuma parte da obrigação. Portanto, é importante analisar a situação contábil do ponto comercial, verificando se há dívidas em aberto.

Procure a prefeitura para saber a respeito do alvará de funcionamento do ponto e descobrir se ele não apresenta impedimento quanto ao processo de transferências, já que o estabelecimento não poderá ser transferido se estiver em prazo de locação.

Desse modo, levante o cadastro da empresa e confirme se ele está ativo ou se há pendências. Além disso, é preciso solicitar a nota fiscal de venda e de compra dos estoques imobilizados (equipamentos, móveis, máquinas…) para legalizar a contabilidade da nova organização.

Pesquise também pendências junto à Receita Federal, Receita Previdenciária, cartórios, FGTS e Justiça de Causas Comerciais.

Aspectos mercadológicos

Agora, você deve olhar para o potencial que a área tem de atrair o seu público-alvo, qual é o fluxo de pessoas e volume de negócios ao redor. Além de pesquisas relacionadas com os aspectos demográficos, é essencial fazer estudos sobre o perfil dos consumidores e suas tendências. 

Avalie também se o ponto está localizado em um local de fácil acesso ao mercado consumidor. Isto é, se existem estacionamentos, linhas de ônibus ou quaisquer outros meios de transportes utilizados pelo seu público. A ausência de barreiras urbanas é importante, pois facilita a circulação de pessoas.

Você também pode fazer uma pesquisa mais aprofundada  para analisar as características de urbanização, renda per capita da população, infraestrutura local e capacidade da localização de atrair novos negócios para o empreendimento.

Olhe também para a vizinhança e se atente à quais estabelecimentos estariam ao seu redor — os vizinhos mais valorizados são caixas eletrônicos, postos de gasolina, comércios, entre outros. Contudo, tudo dependerá do seu tipo de empreendimento e sua persona.

Visibilidade

O quanto o empreendimento será visto é um dos fatores que mais interfere na compra do ponto comercial. Lembre-se de que a visibilidade do imóvel é distinta para quem chega a pé, de carro ou de ônibus.

Nesse sentido, deve-se ficar atento aos obstáculos que podem prejudicar a visão da sua fachada, como fiação, árvores e bancas de jornal, por exemplo. Do alto do ônibus, o consumidor pode não visualizar a vitrine com aquela promoção em destaque.

A aglomeração e a estrutura comum dos pontos de ônibus também podem comprometer a frente do estabelecimento. Dessa forma, evite locais que apresentam esse perfil, a menos que o negócio esteja ofertando produtos de conveniência. Nesse caso, o fluxo pode ser algo interessante.

Para garantir a visibilidade do local, prefira imóveis que não tenham recuos e estejam no mesmo nível da rua. Se for abrir uma loja em shopping centers, dê preferência a pontos próximos à entrada principal, praça de alimentação e escadas rolantes.

Importante!

Pedir fotos da vizinhança ao corretor de imóveis e fazer uma busca no Google Maps é uma ótima saída para excluir os primeiros pontos. Porém, nunca dispense o trabalho de campo — é fundamental ir até o ambiente e verificar todos os aspectos.

Na hora de adquirir seu ponto comercial, não faça compra por impulso! No momento da escolha, contar com a ajuda de quem entende do assunto é sempre uma boa ideia, pois isso diminui os riscos e aumenta os resultados. 

Nossa equipe de consultores está pronta para te ajudar com a escolha do ponto comercial ideal, por meio de estratégias avançadas de Geomarketing. Entre em contato conosco. A Goakira está pronta para levar seu negócio ao próximo nível! E você?

Leia nossos ebooks sobre Expansão Empresarial:

Acompanhe nossas Redes Sociais e saiba mais sobre o assunto:

Instagram    LinkedIn    Youtube    Facebook

Posts relacionados

Deixe um comentário