Análise de Viabilidade de Franquias: O que é e Como fazer (passo a passo)

7 minutos para ler

O que é análise de viabilidade?

A análise de viabilidade é um estudo de pontos estratégicos da empresa. Desse modo, ela serve para te ajudar a descobrir o que é viável ou não, melhorando a assertividade das próximas ações.

Esse tipo de análise deve ser realizada antes do investimento em um novo projeto, para avaliar as reais chances de sucesso da empresa ao tentar montar uma franquia ou lançar um novo produto, por exemplo.

Como funciona?

Geralmente, é feito um estudo de Embasamento Empírico dos Riscos. Assim, todos os riscos são verificados detalhadamente, o que reduz bastante as chances do erro para o possível franqueador, futuros franqueados ou novo produto, por exemplo.

Contudo, para construir este pensamento de forma eficaz, existe um passo a passo de etapas que devem ser seguidas. Para saber quais são, é só continuar a leitura!

1. Planejamento Financeiro

Apesar de ser bastante importante, muitas empresas pulam essa etapa por falta de conhecimento sobre como fazer.

Na maioria das vezes, é criado um estudo anual (de curto prazo), ou por 3 ou 4 anos (de médio prazo). Contudo, se você, de fato, quer crescer seu negócio, é válido pensar também a longo prazo e considerar todos os elementos necessários para um crescimento sustentável.

Assim, o estudo financeiro inclui a projeção de gastos e de receitas, o que ajuda a evitar problemas financeiros. Dessa forma, fica mais fácil decidir se este é ou não o melhor momento para investir em um projeto, seja em um negócio já existente ou em um novo empreendimento.

2. Prazo de retorno e Viabilidade Econômica 

De antemão, é preciso definir o prazo de retorno. No caso das franquias, normalmente, há uma estimativa, o que também acontece em negócios individualizados, por exemplo.

Dessa forma, é preciso buscar por elementos práticos capazes de comprovar que essa meta é possível de ser atingida. Por exemplo, alguns desses elementos são: 

  • Momento do mercado atual;
  • Volume de vendas;
  • Custos operacionais

Assim, ter essas informações bem definidas é válido, porque os melhores resultados financeiros virão somente após o retorno. Além disso, é preciso saber até quando haverá recursos para investir antes de obter o retorno financeiro. Sem essa estimativa, você pode atingir um ponto em que não há mais recursos para continuar com o negócio sem atingir, ao menos, o break-even point – momento em que o negócio chega a um equilíbrio financeiro (há cobertura de custos, mas ainda sem lucros).

Por isso, para conseguir organizar e checar esse tipo de informação, você pode contar com o apoio de uma consultoria de especialistas em franquias.

Dica Goakira: Para quem deseja obter resultados mais rápidos, investir em marketing é essencial, afinal, os clientes precisam conhecer seu negócio e se sentirem atraídos por ele, o que aumentará o volume de vendas, melhorando também a imagem da marca.

QUER ENTENDER MAIS SOBRE O ASSUNTO? ENTRE EM CONTATO CONOSCO

3. Demanda de Mercado para análise de viabilidade

Seja na criação de um novo negócio, expansão do atual ou lançamento de produtos novos, é preciso estudar a demanda de mercado. Pergunte-se: qual é a necessidade atendida ou um problema resolvido pelo meu produto/minha empresa?

Caso não encontre uma necessidade ou problema que responda à pergunta, veja se é possível criar. Um exemplo disso são os smartphones. Antes de sua invenção, ninguém sabia o quanto precisava deles.

Mantenha a mente aberta e livre para criar! Porém, lembre-se que, por mais genial que o seu insight pareça em um primeiro momento, é preciso que ele seja validado por quem, de fato, poderia consumir o produto ou serviço lançado.

4. Viabilidade Financeira, Operacional e Jurídica

Alinhar a operação demanda recursos e estrutura. Diante disso, é importante verificar a disposição financeira, operacional e jurídica do negócio. Esse último fator traz a certeza de que tudo está de acordo com as leis, considerando a área de atuação, o porte da empresa, as questões trabalhistas, os tributos e a autorização dos órgãos competentes.

Vale lembrar que, muitas vezes, a tributação e a lei que incide sobre o produto ou serviço tornam a ideia inviável. Contudo, com a ajuda de especialistas, é possível encontrar opções que façam o negócio ainda valer a pena. Por isso, considere a contratação de uma empresa especializada no assunto em questão.

Um exemplo de fator avaliado dentro da análise de viabilidade é a verificação da mão de obra necessária para fazer o projeto acontecer. De que tipo de profissional a sua empresa precisa? Ele já está no seu quadro ou é preciso buscá-lo no mercado? Nesse segundo caso, quanto isso vai custar? Essas perguntas ajudam a entender, de forma mais prática, a dinâmica das operações. 

5. Escolha de estratégias

O que é uma boa estratégia? Essa pergunta tem inúmeras respostas, mas, certamente, uma delas é: aquela que traz bons resultados para a sua empresa

Porém, se uma determinada estratégia funciona muito bem para um determinado negócio, isso não quer dizer que ela também funcionará para o seu. Nesse sentido, a análise de viabilidade serve para apontar as estratégias que realmente estão alinhadas aos seus propósitos e que são capazes de trazer os resultados desejados.

O desenvolvimento de estratégias eficazes leva em consideração todas as áreas de forma integrada, no macro e no microambiente: 

  • Comunicação e Marketing; 
  • Financeiro; 
  • Logística; 
  • Legislação;
  • TI; 
  • RH;
  • Cultura da empresa;
  • Histórico;
  • Missão, Visão e Valores

Desse modo, fica claro se o negócio é franqueável e, caso a resposta seja “sim”, define-se como formatar a franquia, quais serão as taxas de franquia, os royalties e como será a COF (Circular de Oferta de Franquia), por exemplo.

Saiba mais sobre análise de viabilidade

Quando uma empresa decide franquear as suas operações, é importante fazer uma análise de viabilidade que mostre: o perfil ideal do franqueado, o número de unidades que a rede pretende abrir, os valores que devem ser praticados e quais os melhores locais para começar. 

Sem esse estudo, dificilmente o projeto sairá do papel, porque o mercado exige essas respostas. Lembramos que há sempre a possibilidade de contar com a ajuda especializada para fazer a análise de viabilidade, pois os consultores têm o expertise necessário para tornar o processo mais prático e seguro.

Para se aprofundar ainda mais no universo de expansão de negócios, fale com um de nossos especialistas e entenda como transformar o seu negócio em uma franquia. Confira também nossos e-books:

Para receber outras Dicas e Materiais Ricos diretamente no seu e-mail, assine nossa Newsletter gratuitamente. Nos acompanhe também nas redes sociais:

Instagram    Facebook    LinkedIn     WhatsApp

Posts relacionados

Deixe um comentário