Franquear o negócio vale a pena? Analise bem antes de entrar nessa!

6 minutos para ler

Você quer franquear o negócio? Como toda decisão importante, é preciso avaliá-la com cuidado. Assim, será possível evitar atitudes precipitadas e analisar as melhores alternativas para que sua empresa aumente as vendas.

Como nem sempre é vantajoso entrar no mercado de franquias, neste post você terá condições de analisar quais são os riscos e as desvantagens de franquear o negócio. Logo depois, veremos o que deve ser analisado antes de se fazer essa escolha.

Está preparado? Boa leitura!

O que são franquias?

De forma simplificada, pode-se dizer que a franquia é um tipo de estratégia empresarial que distribui e comercializa produtos e serviços.

O modelo é regido por um contrato em que uma empresa (que tem a patente, também chamada de franqueadora) concede a outros (franqueados) o direito de utilizar sua marca, explorando comercialmente o que foi desenvolvido por ela.

Para que o franqueado reproduza com fidelidade o modelo do negócio, ele recebe a orientação suficiente para a instalação da franquia e o começo da operação de sua unidade. Para tanto, é exigido que o padrão seja mantido, ao passo que a franqueadora receberá uma remuneração pela concessão dos direitos e conhecimentos que forem passados.

Quais são as maiores desvantagens desse modelo?

Transformar seu negócio em uma franquia também envolve riscos. Veja, a seguir, os principais!

Precisar de jogo de cintura

Diferentemente do que pode acontecer na sua empresa, com uma rede de franquias, você precisará ter um bom jogo de cintura para que os franqueados continuem engajados ao longo do tempo, fazendo com que seu negócio tenha bons resultados.

Ter uma estratégia mais complexa

Lojas físicas, franquias, televendas, rede de consultores e meios digitais são alguns dos canais disponíveis. Com uma franquia, suas estratégias serão ainda mais complexas, uma vez que pode existir conflito de canais, fazendo com que o franqueado não fique satisfeito com as medidas tomadas pela empresa.

Depender do franqueado

Muitos negócios nasceram do grande esforço dos empreendedores, que ficam noites em claro e utilizam recursos próprios para fazer com que a empresa consiga um lugar ao sol. Além disso, para atingir um alto padrão de qualidade, é necessário que os produtos passem por diversos testes (sejam internos, sejam com os consumidores).

Com as franquias, entretanto, você dependerá, de certa maneira, dos franqueados para que o padrão de qualidade de seus serviços e produtos seja mantida, bem como o bom gerenciamento da franquia.

Contar com mais obrigações

Além do ritmo habitual de uma empresa, do desenvolvimento de novos produtos e serviços, das campanhas de marketing, do branding e das estratégias de expansão, os franqueadores precisam prestar todo o apoio necessário para que os franqueados estejam mais próximos do que foi planejado para eles.

Dessa maneira, você precisará organizar cursos, palestras e materiais para mantê-los focados e fazer com que prestem os serviços com mais qualidade e eficácia.

Sendo assim, além da rotina cheia que os empreendedores já têm, você deverá se encarregar, também, do desenvolvimento de sua rede franqueados. Ou seja: é preciso se planejar ainda mais para dar conta de tanto trabalho.

Ficar com conhecimento mais vulnerável

Não é fácil criar produtos e serviços diferenciados no mercado. O sucesso de sua empresa também está conectado ao jeito único de produzir e executar aquilo que é oferecido.

Ter uma franquia significará entregar todo o seu conhecimento, inclusive os métodos utilizados por você. Dessa forma, mais pessoas terão acesso aos segredos de seu negócio. Você precisará calcular os riscos em entregar tantas informações nas mãos de empreendedores.

O que você deve considerar antes de decidir?

Agora que você já sabe os riscos que corre, veja algumas perguntas que o ajudarão a compreender se está no momento de entrar no mundo das franquias — ou se escolher outros modelos é a melhor opção.

Está disposto a liberar os segredos do seu negócio?

Ao transformar seu negócio em franquia, você deve disponibilizar todo o seu conhecimento e, consequentemente, os maiores segredos do empreendimento. Somente assim sua marca será bem-sucedida nesse modelo.

Para tanto, é preciso informar ao franqueado todos os dados da empresa. Parte disso já deve ser feita na Circular de Oferta de Franquia (COF), ao passo que o restante será divulgado nos manuais, nos treinamentos e nas consultorias a serem realizadas.

Alguns empreendedores não gostam dessa ideia, uma vez que consolidar a marca não foi uma tarefa simples. Os franqueados, porém, desejam negócios mais seguros e querem investir em empresas que já tenham algum sucesso no mercado. Por isso, avalie se você está disponível a revelar seu segredo!

Está disposto a lidar com franqueados?

É comum, nas franquias, considerar o franqueado como um tipo de sócio. Então, se você quer trabalhar e decidir tudo sozinho, repense a decisão de transformar seu negócio de acordo com esse modelo.

Seu franqueado mostrará a visão que ele está tendo e, provavelmente, discordará de algumas decisões tomadas, o que pode gerar conflitos. Sendo assim, você precisará de paciência para gerenciar sua franquia.

Está disposto a lidar com pessoas?​

Embora não exista vínculo entre o franqueado e o franqueador, você precisará mostrar sua habilidade em gerenciar os franqueados no dia a dia. E uma das melhores formas para isso é agir com transparência e paciência. Ou seja: torne-se um exemplo para eles, estabelecendo um padrão de ação.

Está disposto a melhorar continuamente seu negócio?

Com uma rede de franquias, você precisará tornar seu negócio cada vez mais atrativo. Tanto para os empreendedores quanto para o público. Por isso, você deverá sempre ter em mente a necessidade de trazer inovações para sua rede. Assim, você conseguirá atrair mais clientes e pessoas interessadas em fazer parte da sua rede.

Está disposto a profissionalizar a gestão da sua empresa?

Como a gestão de uma rede de franquias lida com diversos outros empreendedores, não há espaço para decisões prematuras ou escolhas feitas sem justificativas concretas. Dessa forma, você deverá estar pronto para profissionalizar a gestão da sua empresa, adotando as melhores práticas de gerenciamento.

Como vimos, transformar-se em um franqueador pode ser algo extremamente prazeroso e lucrativo para você. Entretanto, para tomar essa decisão, deve-se estar seguro dos riscos existentes e das habilidades que serão requisitadas.

Por isso, analise bem se essa é hora ideal para franquear o negócio e veja as dicas essenciais para esse momento.

Sabia que nem tudo o que é dito sobre franquias é verdade? Veja, agora, 4 mitos e verdades sobre elas!

Posts relacionados

Deixe um comentário