Como funcionam as franquias online? Veja aqui

6 minutos para ler

As franquias online são opções geralmente relacionadas a vendas, marketing digital, consultoria, tecnologia e desenvolvimento de negócios. Assim, é possível que o investidor tenha um ponto flexível, ou seja, ele pode trabalhar diretamente de sua residência (home based) ou em outro local desejado.

As vendas online cresceram no último ano, como mostra a pesquisa realizada pelo Compre & Confie, portanto esse tipo de franquia é uma tendência cada vez mais forte no cenário brasileiro. Por se tratar de um modelo de negócio administrado remotamente, muitos empreendedores enxergam nele uma opção mais viável do que os tradicionais.

Caso você tenha se interessado pelo tema e queira entendê-lo melhor, continue lendo nosso conteúdo.

O que são as franquias online?

Franquia empresarial é um sistema em que o franqueador autoriza, por meio de um contrato, que o franqueado use sua marca e outros objetos de propriedade intelectual. O direito de produção e distribuição de produtos ou serviços é concedido mediante remuneração direta e indireta, mas sem caracterizar vínculo empregatício.

Franquias online, virtuais, digitais ou e-franchising são termos que se referem à mesma estrutura. Trata-se de empreendimentos que podem ser administrados remotamente, sem a necessidade de estrutura física e endereço. Mas, assim como as franquias tradicionais, elas estão no sistema de franchising do Brasil e devem seguir a nova lei de franquias: Lei 13.966, de 26 de dezembro de 2019.

As franquias online são empresas independentes e com autonomia administrativa e financeira, mas que têm um valor mais baixo de investimento, pois não existe a necessidade de estrutura física. Em contrapartida, há todas as obrigações legais de uma franquia tradicional, sendo necessário suporte jurídico e contábil para realizar os procedimentos corretamente.

Como funciona uma franquia digital?

É prevista uma cobrança de taxa inicial da franquia, de marketing e royalties. O valor do investimento é variável, ao passo que cada franquia estabelece o adequado para sua marca. Para exemplificar os possíveis valores de uma franquia digital, normalmente ela se enquadra em um modelo de baixo custo (ou microfranquia), portanto o investimento varia de R$ 5 mil a R$ 90 mil.

Quando o franqueado adquire os direitos de uso de uma franchising, está autorizado também a replicar o know-how da franqueadora em sua operação. Além disso, existem outros direitos e deveres que devem estar expostos em contrato.

Adoção da marca

Quanto ao uso da marca, o franqueado tem o direito de adotá-la para potencializar suas estratégias de marketing e dar credibilidade ao negócio. Mas há limitações que devem estar claramente expressas em contrato.

Normalmente, as marcas proíbem a alteração de logo, cor, padrão de qualidade e outros elementos que possam prejudicar a franchising. No caso das franquias online, as restrições são menores, mas devem estar no contrato para evitar penalidades.

Uso do know-how

A franqueadora tem know-how, ou seja, conhecimento processual e prático sobre a melhor metodologia para determinadas estratégias. Assim, uma franquia de softwares tem know-how para implantar sistemas, devendo passar o conhecimento e os insumos necessários ao franqueado e sua equipe (se for o caso). Para alavancar o negócio, portanto, haverá:

  • treinamentos específicos;
  • informações de mercado;
  • normas técnicas;
  • suporte especializado.

Informações estabelecidas na Circular de Ofertas de Franquias

Na fase de prospecção, o empreendedor recebe a Circular de Ofertas de Franquias (COF), na qual estão contidas todas as informações comerciais, jurídicas e financeiras da marca. O documento é regido pela lei de franquias e deve ser entregue pelo menos dez dias antes da assinatura do contrato.

Com esses dados em mãos, o investidor pode ter contato com todo tipo de informação e tirar suas dúvidas antes de fechar o negócio. É importante eliminar qualquer pendência antes da assinatura, para que não surjam conflitos no decorrer do trabalho.

Como abrir uma franquia online?

As franquias virtuais estão atraindo interessados devido ao baixo custo de investimento e à facilidade de operação do negócio. Por isso, se você ficou interessado, veja quais passos seguir ao pensar na estrutura e no planejamento de abertura de uma franchising:

  • pesquise;
  • converse com os atuais franqueados;
  • verifique a COF;
  • busque canais informativos, como a Associação Brasileira de Franchising;
  • converse com o suporte da empresa;
  • analise quanto dinheiro você tem disponível;
  • analise o seu perfil de investidor e compare com o tipo de franquia;
  • estabeleça quanto tempo você vai se dedicar a ela;
  • confirme sua expectativa de ganhos.

Há pontos em comum para todas as franquias, como tomar decisões, analisar diariamente as operações e manter a contabilidade em dia. Porém, na franquia virtual, já não é necessário gerir pessoas. Dessa forma, ao encontrar um modelo de negócio com o qual você se identifica, converse com a franqueadora, alinhe todos os detalhes e boa sorte!

Quais franquias virtuais mais se destacam atualmente?

Como dissemos, as franquias virtuais estão em expansão e há muitas franqueadoras vendendo essa modalidade de negócios. Conheça algumas delas a seguir.

The Voucher

Essa franquia é uma rede especializada em cupons de desconto, oferecidos por meio de aplicativos. Assim, os clientes conseguem entre 30% e 100% de desconto em produtos, serviços ou eventos.

Encontre sua viagem

Trata-se de uma franquia do mercado de turismo com a proposta de ser um portal que oferece comodidade e agilidade para o consumidor no momento de comprar passagens, fazer reservas ou analisar destinos.

Miarte

A franquia online Miarte está em atuação desde 2014, comercializando bolsas e calçados femininos. Nesse caso, os franqueados devem divulgar e vender os sapatos, ao passo que a rede fica responsável por fabricar os modelos.

Quisto

A Quisto é uma franquia de corretora de seguros totalmente virtual, que oferece serviços tanto para carros quanto para residências. A opção é bem interessante, pois há um mercado ainda inexplorado de pessoas que não contam com essas comodidades.

Podemos concluir que as franquias online são excelentes opções para novos investidores e empreendedores com pouco capital disponível. Elas podem ser gerenciadas da residência da pessoa, mas nem por isso perdem a credibilidade e os requisitos exigidos em contrato.

Gostou do nosso conteúdo? Quer entender mais detalhes sobre essa modalidade? Então, veja o que você precisa saber sobre franquia online.

Posts relacionados

Deixe um comentário