Como fazer expansão de franquias? Passo a Passo

9 minutos para ler

Para fazer seu negócio crescer de forma sustentável com a formatação e expansão de franquias, existem algumas etapas a serem seguidas dentro de um processo, que envolve diversos estudos e análises prévias e mais a parte prática.

Pensando em te ajudar com isso, vamos te ensinar um passo a passo completo sobre como expandir a sua marca com o franchising e esclarecer alguns conceitos básicos:

  1. O que é formatação de franquias
  2. O que é expansão de franquias
  3. Quais estudos e análises fazer em cada etapa
  4. Passo a Passo da expansão de franquias
  5. Como fazer na prática

1. O que é formatação de franquias?

Embora os conceitos sejam parecidos e ambos façam parte do mundo do franchising, formatação e expansão não são a mesma coisa. 

A formatação é o processo de transformar uma marca comum em franquia. Nesta fase inicial, toda a parte técnica, legal e estratégica é desenvolvida cuidadosamente. São feitas análises de viabilidade de franquias, ou seja, verificamos se a empresa está pronta para se tornar franquia neste momento e quais ações devem ser tomadas para ingressar neste modelo de negócio.

Fazer uma boa formatação te ajuda a evitar sérios problemas no futuro, porque uma formatação de franquias organiza todas as informações e próximos passos de forma correta e personalizada, pois sabemos que cada empreendimento é único e tem suas particularidades.

ponto comercial

2. O que é expansão de franquias?

A expansão de franquias nada mais é do que a etapa posterior à formatação de franquias. Depois de realizar todas as análises, regulamentar e organizar tudo, a marca está pronta para começar a vender suas unidades de franquias.

Neste sentido, a expansão da franquia exige um bom planejamento de vendas e prospecção de investidores, que serão seus futuros franqueados. Mas não basta apenas divulgar a novidade por aí sem entender qual é o seu perfil de franqueado ideal e todas as burocracias envolvidas, afinal, a intenção é atingir as pessoas certas e fazer tudo do jeito certo.

3. Quais estudos e análises fazer em cada etapa

Na expansão, a parte mais “mão na massa” e estratégica de comunicação e marketing ganha destaque, enquanto a formatação é mais voltada para a parte analítica e de planejamento.

Para fazer a formatação, olhamos bastante para dentro da empresa. Por isso, as perguntas que fazemos são:

  • Quais processos precisam ser padronizados? 
  • Como está a parte tributária e financeira?
  • Como será a COF e o Contrato de Franquia
  • Qual é o nome da marca? 
  • O nome está registrado?
  • Quais adaptações legais precisam ser feitas? 

Existem muitos outros questionamentos importantes sobre a dinâmica de funcionamento do negócio e seu planejamento na formatação, mas citamos apenas alguns principais para te ajudar a entender melhor.

Já na expansão de franquias, o olhar é muito mais direcionado para o mercado em si, tanto no B2B (empresa para empresa – você vendendo para seus franqueados) quanto no B2C (você e suas unidades franqueadas vendendo para o consumidor final). Portanto, as análises são muito mais direcionadas para entender:

  • Qual é o perfil ideal do franqueado?
  • As obrigações legais estão sendo cumpridas por ambas as partes?
  • Em quais locais as unidades devem ficar?
  • Como o público está reagindo à novidade?
  • Os franqueados estão satisfeitos com os treinamentos e suporte?
  • Como comunicar a possibilidade de investir na franquia aos interessados?
  • Os franqueados estão seguindo as regras?

Perceba que a expansão exige um esforço maior, porque precisa de um bom monitoramento prático dos processos.

4. Passo a Passo da expansão de franquias

Agora que você já entendeu a diferença entre formatação e expansão, vamos te ensinar como expandir seu negócio com franquias em 4 passos simples.

Passo 1: Formatação

Antes de mais nada, comece fazendo uma boa formatação. Conforme explicamos, essa fase inicial é a base de todo o restante. 

As 5 fases da formatação de franquias são:

  • Diagnóstico da situação atual e análise de franqueabilidade
  • Documentação e assessoria jurídica
  • Definição de processos e estratégias
  • Definição de regras e elaboração de COF
  • Criação do Plano de expansão de franquia

Se quiser saber mais sobre como formatar a franquia, confira o nosso post sobre o passo a passo da formatação.

Passo 2: Divulgação

Com o plano de expansão pronto, é hora de começar a prospectar os franqueados. Aqui, é importante entender “onde” eles estão, quais são seus hábitos e seu perfil psicológico.

Busque separar a comunicação e abordagem que você faz com os clientes finais e franqueados, pois elas não devem ser a mesma. Logo, não adianta nada investir pesado em propaganda se as vantagens apresentadas são voltadas apenas para os consumidores. Para ter sucesso, separe bem uma coisa da outra, pois há necessidade de desenvolver peças publicitárias diferentes, que serão veiculadas em mídias diferentes para públicos diferentes (franqueados e clientes).

Do ponto de vista de marketing, você precisa ter diferentes personas: uma para os franqueados e outra para os clientes da marca, porque isso facilita a entender como anunciar a novidade aos interessados em investir e aumenta as suas chances de assertividade.

Outra parte importante do plano de expansão é a estratégia de Geomarketing, que avalia de forma detalhada e com uso de inteligência de dados quais são os melhores pontos comerciais para a instalação das novas unidades, diminuindo drasticamente as chances de fracasso.

Passo 3: Acompanhamento e Análise de resultados

Como todo bom empreendedor, você deve continuar buscando melhorar seus resultados. No caso das franquias, é importante fazer dois tipos de acompanhamento: das unidades franqueadas e dos resultados obtidos.

Quando falamos de acompanhamento das unidades franqueadas, estamos falando da famosa consultoria de campo, que consiste em fiscalizar e auxiliar os franqueados. A fiscalização serve para controlar o padrão de qualidade e procedimentos, enquanto o auxílio serve para ajudar o seu parceiro franqueado a crescer o negócio e continuar mantendo a boa relação de ganha-ganha com você.

Ao analisar os resultados (ganhos e perdas como um todo), você saberá se está indo na direção certa ou errada. Para isso, não basta apenas olhar os números, é preciso definir KPIs (fatores chave de monitoramento), que vão desde metas a serem cumpridas até valores de referência para cada área do negócio.

Passo 4: Implementação de melhorias

Depois de analisar todos os fatores importantes, é importante implementar melhorias periodicamente. Essas melhorias podem ser de processo, pessoas, custos e burocráticas, dependendo da necessidade.

Por exemplo, imagine que seus franqueados reclamam muito sobre a demora das entregas dos fornecedores. Talvez, seja a hora de fazer uma mudança de processo no sistema logístico que a sua franquia utiliza. Ou você percebe que uma unidade não está dando lucro ao franqueado e propõe uma ajuda especial para ele – pode ser uma consultoria especializada em negócios e franquias, uma mentoria, um curso… Estes são apenas alguns exemplos de situações que você deve se atentar para manter o empreendimento saudável e vantajoso para todas as partes envolvidas.

Lembre-se que, no mundo do empreendedorismo, você nunca pode parar de fazer melhorias e se adaptar aos novos cenários. Incentivar, capacitar e ajudar seus franqueados é fundamental para o sucesso da sua franquia.

5. Como fazer na prática?

Uma das melhores maneiras de colocar todos os passos em prática é buscando o apoio de uma consultoria especializada no assunto, porque as atividades são complexas e podem surgir dúvidas no meio do caminho. 

É possível optar por terceirizar totalmente ou parcialmente a expansão. Em ambos os casos, o suporte será muito útil, justamente porque sobre mais tempo para você focar em outras áreas e não se sobrecarregar com a gestão do negócio atual e mais todas as atividades envolvendo a compra e o controle de novas unidades.

Contudo, sabemos que não dá para escolher qualquer empresa de consultoria, pois estamos falando do crescimento do seu negócio. Por isso, é importante escolher com calma e ficar atento à alguns critérios importantes, como:

  • Veja quais marcas fizeram a formatação e a expansão com esta empresa e quais resultados tiveram
  • Busque por materiais de referência no site (blog e materiais ricos, por exemplo) para ver o quanto esta marca realmente entende sobre o assunto
  • Pesquise se há processos contra a empresa por falcatruas 
  • Converse com os consultores e observe quais te passam mais credibilidade e confiança
  • Verifique quanto tempo de experiência a empresa tem no mesmo segmento
  • Procure por selos, certificações e outras referências positivas
  • Indispensável: uma boa olhada no Reclame Aqui – fique de olho na quantidade de reclamações (são muitas?); na frequência (existe um mesmo problema recorrente?); nas respostas e soluções delas (a empresa consegue resolver os problemas?)

Nós, da Goakira, temos orgulho de ser a única consultoria empresarial do Brasil com selo ISO 9001 de qualidade e uma das únicas que conquistou o certificado Great Place to Work.

Ao longo de mais de 10 anos de experiência no segmento de franquias, atendemos mais de 600 clientes e mais 750 projetos de franquias

selo great place to workselo ISO 9001

Converse com um especialista e tire todas as suas dúvidas.

Conclusão

Realizar um processo de expansão de franquias pode parecer desafiador, mas com a ajuda certa, tudo fica mais fácil. Além de pensar em todos os benefícios e ganhos que você terá com isso, pense também na grande satisfação pessoal que vai sentir ao ver seu negócio crescer, pois esta também é uma parte fundamental para a sua realização como empreendedor. 

Se você gostou deste conteúdo, baixe também nossos e-books gratuitos:

Para ter acesso a conteúdos informativos toda semana, nos siga nas redes sociais:

Instagram  LinkedIn  Facebook

Posts relacionados

Deixe um comentário