Como escolher uma consultoria empresarial: 15 dicas práticas

12 minutos para ler

Contratar uma empresa de consultoria empresarial não é uma tarefa fácil. Muita coisa está em jogo, como o futuro do negócio dos seus sonhos e, em geral, esse serviço não é barato.

Mais do que isso, contar com um bom serviço de consultoria empresarial pode representar a diferença entre o sucesso e o fracasso do negócio. Em uma escala menor, a escolha errada de uma empresa desse segmento pode custar tempo e dinheiro para corrigir problemas que talvez pudessem ter sido evitados.

Neste artigo, você verá as melhores dicas para ajudá-lo a escolher uma boa empresa, diminuindo os riscos e aumentando as chances de sucesso e faturamento.

Quer saber o que considerar ao procurar por uma consultoria empresarial de negócios? Então veja agora o que fazer! Boa leitura!

Consultoria de confiança

1. Pesquise os clientes da consultoria empresarial e converse com eles

Uma boa consultoria empresarial deve fornecer, além de cases de sucesso, referências de clientes com contatos para que você mesmo possa conversar com eles e tirar suas próprias conclusões. Ninguém melhor do que quem já utilizou os serviços da empresa para opinar sobre a qualidade da instituição.

Portanto, invista algum tempo conversando com ex-clientes para entender se a empresa com a qual você está lidando é realmente qualificada.

2. Desconfie do preço baixo

No negócio de consultoria empresarial não há milagres — a matéria-prima é a sua equipe. E como todo empresário sabe, quase sempre, as melhores pessoas custam mais caro.

Além dos salários da equipe, em um mercado cada vez mais competitivo em busca dos melhores talentos, as boas empresas investem não só na remuneração. Elas precisam atrair as melhores pessoas, criando uma boa marca, oferecendo boas instalações e capacitação. Tudo isso, obviamente, custa dinheiro.

Cuidado também com a frase “Já temos tudo isso pronto” para justificar o preço mais baixo.

Um bom projeto deve ser customizado de acordo com a realidade da sua empresa.

colaboradores são fundamentais

3. Entenda quem vai executar o projeto

Se algumas consultorias empresariais mais baratas podem ter deficiências na mão de obra, podem surgir nas melhores assessorias outro problema: quem executa o projeto não é a pessoa que você imagina.

Portanto, entenda quem vai conduzir seu projeto.

Saiba, principalmente, quem é o consultor sênior que será o responsável por gerenciar o projeto como um todo.

Ter à disposição consultores profissionais com experiência no segmento (além de ter expertise) e na condução de projetos de consultoria é fundamental.

4. Fique atento na qualidade e agilidade do atendimento da equipe da consultoria empresarial

Um bom serviço deve atendê-lo rapidamente, com um pessoal que entenda do assunto, e um dos “alertas vermelhos” é quando o atendimento demora para acontecer. Você entrou em contato e a empresa está demorando para retornar? Isso significa que o processo de atendimento comercial não está bem resolvido.

Se a empresa de consultoria não consegue ter um processo de atendimento na hora de vender seu próprio produto, é possível imaginar que ela provavelmente não conseguirá fazer muito pela sua companhia.

5. Verifique as credenciais da empresa

Além de cases de sucesso e pessoas capacitadas, a consultoria deve apresentar outras credenciais. Por exemplo, uma boa empresa participa de associações e de eventos, além de ter certificações, como, por exemplo, a certificação de qualidade ISO 9001 para demonstrar ao mercado que ela tem processos padronizados e entrega o serviço que o cliente contrata.

Essas credenciais, por si só, não garantem que seu projeto será bem-sucedido, mas são um bom indicativo.

6. Desconfie da solução milagrosa

Desconfie também de consultorias que só contam histórias de sucesso e dão a entender que tudo o que você precisa para ter sucesso na sua empreitada é contratar os serviços dela.

A realidade é que isso não existe. Infelizmente, a receita de bolo para o sucesso deve ser desenvolvida de acordo com os ingredientes disponíveis.

É comum dizer que um projeto é bem-sucedido quando é realizado a quatro mãos por uma boa equipe: cliente + consultoria. Obviamente, como é natural no mundo dos negócios, nem todos os desdobramentos do projeto podem ser controlados pelo cliente, tampouco pelos consultores.

O fundamental é reunir fortes competências de planejamento, execução e controle. Dessa forma, as chances de atingir os resultados pretendidos são potencializadas.

7. Cuidado com os supergeneralistas

Algumas consultorias são conhecidas como “canivete suíço”, ou seja, elas se propõem a realizar qualquer tipo de serviço relacionado a empresas. Cuidado com esse tipo de oferta, as melhores opções têm em especialização em alguns temas.

Para isso é necessário que mantenham em seus quadros profissionais com diferentes competências.

Cuidado quando ouvir que o consultor que vai lhe atender é um expert em marketing, finanças, RH, processos de negócio, direito empresarial e inovação.

Infelizmente, ninguém consegue ser bom em tudo, portanto, dependendo da complexidade do projeto, é fundamental que a consultoria coloque à disposição de seu cliente diferentes consultores profissionais, com conhecimentos em áreas distintas. A Goakira, por exemplo, é consultoria de franquias, mas conta com expertise em varejo e negócios em geral.

8. Questione quais são as ferramentas que os consultores utilizarão no projeto

Engana-se quem pensa que a consultoria é apenas um fornecedor de mão de obra. Em alguns casos isso até pode ser verdade, mas, provavelmente, esse não é o principal motivo pelo qual você vai contratar esse serviço.

A consultoria deve oferecer expertise de mercado e, para isso, é fundamental que a empresa invista em ferramentas para ajudar na condução do projeto.

Essas ferramentas custam caro, o que faz com que boa parte das empresas não invista ou invista muito pouco nesse sentido, o que é um mau sinal. Em alguns projetos, ferramentas para auxiliar na tomada de decisões são essenciais para que o sucesso atinja o objetivo do projeto.

Portanto, não se esqueça! Questione se a instituição que você está contratando tem bases de dados, relatórios e tecnologia para entregar o projeto com qualidade dentro do prazo estipulado.

9. Entenda o escopo daquilo que está sendo contratado

Um dos principais pontos de conflito entre cliente e consultoria está relacionado ao escopo do projeto. Fique atento para entender o que está incluso e o que não está no pacote que você adquiriu.

A empresa deve apresentar uma proposta do escopo que contemple todos os tópicos que fazem parte do projeto e deixar claro quais são as entregas do trabalho.

Esse escopo é fundamental no momento de comparar diferentes empresas. Esteja atento não somente aos tópicos que o serviço vai cobrir, mas, também, qual é o nível de profundidade no qual o assunto será executado e analisado.

Outro ponto importante na hora de comparar, é analisar detalhes do contrato de consultoria. Por exemplo, o valor dos impostos está incluído no projeto? Qual é regra de reembolsos de viagens e deslocamentos?

Detalhes como esses devem estar claros na proposta ou no contrato de prestação dos serviços combinados.

10. Procure por referenciais de sucesso

Embora esse seja um dos itens mais importantes no momento de procurar por uma consultoria empresarial de negócios, ele também gera uma série de confusões. Escolher um negócio que seja reconhecido pelo sucesso é básico. Entretanto, como há diversas empresas interessantes no mercado, é possível que você tenha uma série de dúvidas. Qual delas deve-se escolher?

Por isso, nesse momento, ter um bom networking pode ser o diferencial que você precisa para fazer a escolha acertada. Peça por informações e sugestões para empreendedores que sejam referência. Avalie com prudência, entretanto, quando você for pedir sugestões para possíveis concorrentes.

Depois de ter uma lista de opções, é interessante que você entre em contato com elas pessoalmente. Dessa forma, você conhecerá além dos cases e exemplos de trabalho, como os profissionais se portam. Isso é fundamental, uma vez que a relação do empreendedor com os consultores precisa ser de confiança e de muita proximidade.

O ideal é que a parceria dure o maior tempo possível. Assim, a consultoria apresentará os melhores resultados, uma vez que o consultor terá mais dados e informações sobre você e seus planos de negócio.

11. Descubra como é a reputação da empresa na Internet

É importante também descobrir como é a reputação da empresa na Internet, bem como a postura da instituição frente as reclamações. Por isso, procure por sites como Reclame Aqui e o Portal do Consumidor.

Nesses portais, você descobrirá quais são as dificuldades mais comuns que os clientes têm quanto aos serviços prestados. Veja se esse tipo de problema poderia trazer sequelas para a relação que você deve ter com os consultores.

Além disso, veja se a resposta que a empresa fornece para os clientes é agradável e satisfatória. Isso é possível consultando a satisfação final dos usuários. Eles fariam negócio novamente ou continuam insatisfeitos?

12. Deseje especialistas na sua área

Uma das grandes responsabilidades de uma empresa de consultoria é conhecer bem você e as oportunidades de negócios que você procura. Nesse caso, ela deve compreender como funcionarão os processos, como você deseja padronizá-los. Assim, será mais fácil descobrir o potencial existente bem como problemas de operação que podem acontecer.

Nesse sentido, a consultoria é útil para propor soluções e elaborar estratégias. Conhecer os planos de negócios fica muito mais fácil quando a empresa já tem experiência no ramo de atuação que você trabalha ou quer trabalhar. Ainda que uma instituição seja diferente da outra, as que têm o mesmo segmento têm vários aspectos semelhantes.

Dessa forma, uma das melhores formas para escolher a empresa ideal é apostar na experiência e na qualificação dos profissionais. Desse modo, saberão como companhias de sucesso no seu segmento são formatadas, o que facilita o desenvolvimento de uma boa relação entre o empreendedor e o consultor, além dos consultores já terem entendimento do negócio desejado ou existente.

Como exemplo, se você deseja uma consultoria para restaurantes, procure por boas referências de sucesso que tenham atuado nesse segmento. Você deverá, apenas, mostrar quais são as especificidades do seu negócio. O que fará com que o serviço seja mais produtivo.

13. Entenda que praticidade e locomoção também são importantes

Caso você ainda esteja em dúvida sobre qual é a melhor opção, avalie também questões práticas como a locomoção. Como você precisará se reunir com frequência com os consultores (e não apenas uma vez para a formatação do negócio) desde a criação até a expansão da sua empresa, a praticidade poderá ser importante para ambos os lados.

estratégia de expansão

Dessa forma, como um filtro final, procure as consultorias que atuem nas regiões mais próximas da sua sede. Com isso, a locomoção será mais barata, fazendo com que as reuniões aconteçam com maior frequência. Isso é um ponto positivo para que o relacionamento com os consultores seja mais frutífero e duradouro.

14. Não tome decisões precipitadas

É comum que as empresas tentem convencer você a contratar os serviços dela rapidamente. Entretanto, nem sempre isso é uma boa opção. A chance de você fazer a escolha correta diminui se você fizer de maneira impensada.

Você observou a quantidade de itens que devem ser analisados? Dessa forma, é necessário comparar os prós e contras que cada empresa possui. Ou seja, você deverá concluir quais são as empresas que estão mais próximas daquilo que você deseja.

Como diz o ditado, a pressa é a inimiga da perfeição. Por isso, só tome uma decisão quando estiver plenamente decidido e convicto do passo que está tomando. Alguns dias de pesquisa podem significar um investimento bem-feito no futuro.

15. Continue com a análise até a assinatura do contrato

A sua análise deve persistir até que o contrato seja assinado. Por isso, caso você encontre alguma atitude suspeita, suspenda a assinatura até que essas questões sejam resolvidas.

Além disso, não deixe de fazer perguntas em caso de dúvidas. Na hora da assinatura você não entendeu como funcionaria alguma parte da consultoria? Pergunte! Quer saber sobre questões legais, como rompimento de contrato? Indague! Caso ainda esteja preocupado, procure um advogado para que a questão seja esclarecida.

Como todo serviço, você deve ter real convicção de que a empresa escolhida tem o perfil ideal para prestar um serviço adequado. Dessa forma, não tenha medo de perguntar e suspender a contratação até que você esteja plenamente convicto da escolha.

Escolher e contratar consultorias não é uma tarefa fácil

Contratar uma consultoria não é tarefa fácil; entretanto, com algum cuidado e pesquisa, você terá grandes chances de acertar na escolha da empresa. Afinal, no Brasil, o mercado conta com organizações sérias que atuam no segmento e que, certamente, estarão aptas a auxiliá-lo a elevar a sua companhia para outros patamares.

Para aumentar as chances de sucesso, procure por empresas que sejam reconhecidas pela sua modernidade e inovação constante, além da atuação decisiva dos sócios. Como é o caso da Goakira. Além disso, ela conta com uma política de qualidade para conseguir ajudá-lo a tomar as melhores decisões.

Entre em contato agora mesmo conosco e saiba como a nossa consultoria empresarial pode ajudá-lo. Um de nossos colaboradores está esperando o seu contato.

Posts relacionados