Afinal, o que se deve considerar para escolher um franqueado?

6 minutos para ler

Tem dificuldades para escolher um franqueado? O faturamento das franquias cresceu 8% em 2017. Diante disso, muitos franqueadores podem se sentir animados para aumentar o número de franqueados e expandir a marca, mas sem o devido cuidado. Essa prática, além de não trazer o lucro desejado, pode ser prejudicial para sua marca.

Neste artigo, você verá o que deve ser analisado ao selecionar um franqueado, como descobrir o perfil ideal e quais são as etapas que devem ser desenvolvidas. Quer escolher os melhores franqueados para seu negócio? Veja agora o que você precisa considerar. Boa leitura!

ebook sobre formatação de franquias

O que deve ser analisado ao selecionar um franqueado?

Um dos primeiros passos que devem ser tomados para escolher um franqueado é definir qual o perfil que você considera ideal. Para começar, pense em aspectos técnicos como conhecimentos gerenciais, know-how e outras capacidades necessárias, como conhecimento mínimo de finanças (para saber lidar com o investimento inicial e com o capital de giro necessários) e gestão de negócios.

Além disso, as experiências anteriores e a identificação do empreendedor com a cultura da empresa são essenciais para que o franqueado possa representar bem sua marca. Enumere, então, tudo quanto você considera essencial para que alguém obtenha sucesso no seu setor de atuação.

Para minimizar o trabalho, é interessante fornecer o máximo de informações aos candidatos. Assim, eles já poderão fazer uma autoanálise prévia antes de enviar o interesse em ser um franqueado. Então, mostre a eles qual é o perfil que você traçou e ajude-os a analisarem se eles têm as aptidões necessárias para cumprirem com todas as tarefas. Não adianta, simplesmente, que o interessado goste do seu produto, se ele não tem interesse em operá-lo. Dessa forma, ele não se decepcionará e você evitará mais trabalho para se chegar em uma conclusão óbvia.

Como escolher o melhor perfil?

Para que você escolha o melhor perfil de franqueado, é necessário ter um conhecimento profundo do seu próprio negócio. Analise quais são as principais necessidades para alguém levar a diante sua franquia. Embora alguns conhecimentos sejam básicos (finanças, organização e gerenciamento de empresas), outros podem ser específicos do seu negócio (gerenciamento de pessoas, manipulação de produtos).

Por isso, é interessante desenvolver a persona do seu candidato. Ela mostrará, em detalhes, o perfil esperado do seu franqueado ideal. Dessa forma, ficará mais fácil analisar no futuro se o interessado está dentro do esperado.

Como devem ser as etapas do processo seletivo de franqueados?

Para ser transparente com o candidato em todas as etapas do processo seletivo, você deve informar a ele quais são as fases e o que será cobrado em cada uma delas. Para tanto, crie materiais que possam colaborar com seus usuários.

Pré-qualificação

Em uma primeira fase, é necessário fazer uma pré-qualificação, em que os interessados mostraram seu interesse e você poderá descobrir se eles têm o perfil desejado pelo seu negócio.

Para que você atinja os objetivos traçados, sua ficha deve ter perguntas que mostrem mais sobre os desejos, ambições, dificuldades e o perfil do interessado. Vale ressaltar que as informações dependem do modelo de franquia e de mercado do seu negócio.

Além de deixar seu processo seletivo mais organizado, os materiais fazem com que a avaliação seja mais criteriosa, uma vez que você terá questões a serem analisadas de acordo com a necessidade do negócio — e não com opções pessoais.

Demais fases

Em diversos casos, você precisará criar mais de uma fase para ter certeza sobre o perfil e a aptidão do candidato para ser um franqueado do seu negócio. É possível aplicar testes psicológicos, elaboração de um plano de negócio ou outras atividades importantes para o desenvolvimento empresarial.

Com essas avaliações, você terá condições de observar quais são os conhecimentos teóricos e práticos dos candidatos, além de suas expectativas e desenvoltura para realizar as ações necessárias.

Se você quiser, poderá, até mesmo, convidar o candidato para passar algum tempo em uma das suas unidades. Essa vivência confirmará para o interessado se é daquela forma que ele deseja passar seus dias. Chamado de Discovery Day (Dia da Descoberta), a experiência é útil para seu processo de seleção e possibilitará que o candidato tenha ainda mais convicção.

Modelo de etapas

Veja, agora, um modelo possível de etapas para que você crie seu processo seletivo. Confira:

  1. Coleta de informações (o candidato examina todas as informações disponíveis).
  2. Primeiro encontro entre o franqueador e o franqueado (a apresentação inicial é realizada).
  3. Entrevista (nesse momento, o candidato já deve estar preparado para comprovar informações e realizar alguns testes).
  4. Entrega da Circular de Oferta de Franquia (o franqueador entrega a Circular de Oferta de Franquia (COF), documento que mostra todas as informações necessárias, além de uma cópia do contrato).
  5. Discovery Day (dia para que o candidato trabalhe como se fosse o gerente de uma franquia).
  6. Reunião final (encontro para fechar o contrato).

Quais perguntas devem ser feitas durante a entrevista?

Na primeira entrevista, diversas perguntas podem ser realizadas. Realize aquelas que oferecerão mais informações sobre os candidatos e suas pretensões. Quanto mais detalhadas forem suas questões, menores serão as chances de um erro de análise ser cometido.

Algumas informações relevantes são:

  • informações pessoais;
  • histórico acadêmico e experiência empresarial;
  • informações sobre investimento (qual o capital ele tem para investir, a necessidade de realizar financiamentos etc.);
  • conhecimento sobre a sua franquia.

Da mesma forma que um interessado deve pesquisar muito sobre sua franquia, você também não deve aceitar qualquer candidato. Se você tomar uma decisão errada, todo o processo de consolidação da sua marca poderá ir por água abaixo.

Em casos de desleixos, escândalos ou atendimento ruim aos clientes, sua marca terá grandes dificuldades de conseguir reaver os consumidores perdidos. Por isso, é necessário ter muita atenção!

Tudo isso parece ser muito complicado? Nesses casos, uma consultoria pode ser uma ótima alternativa para sua franquia. Com ela, você terá condições de conseguir o máximo lucro. Os consultores mostrarão quais são as melhores formas para fazer com que você selecione os franqueados certos para seu negócio.

Eles mostrarão quais fases são as mais ideais para seu mercado, quais perguntas são essenciais, bem como possíveis testes para aumentar seu entendimento para escolher um franqueado. Dessa forma, você terá parceiros prontos para ajudá-lo a fazer seu negócio crescer ainda mais.

Você quer ter acesso a mais conteúdos como esse? Assine agora mesmo nossa newsletter e receba nossos materiais diretamente da sua caixa de entrada!

Posts relacionados

Deixe um comentário