Rede de franquias de sucesso – Dá lucro? Tem mercado?

2 minutos para ler

Após falar da necessidade dos diferenciais replicáveis, o segundo dos três ingredientes essenciais para uma rede de franquias de sucesso é um ponto que franqueadores acabam por negligenciar. Afinal, para muitos, é a parte mais chata: fazer as contas.

Para fazer uma rede franquias precisa fazer conta, e a conta não é só do lucro que você vai obter, mas, prioritariamente, o lucro que o seu franqueado vai obter.

Posso até imaginar o que algum de vocês estão pensando. “Meu negócio já existe e dá um bom lucro, é só replicar o modelo direitinho que vai funcionar”. Acertei?

planilha de simulação financeira

Royalties

Na franquia, entretanto, um elemento que pode afetar a rentabilidade do franqueado ou até mesmo inviabilizar a operação, é o pagamento de royalties. É necessário simular o resultado da operação com o pagamento dos royalties. Aliás, os royalties não podem ser definidos de forma arbitrária. Mais do que o quanto você quer faturar com royalties, é necessário avaliar o quanto a franquia poderá pagar, de forma que o franqueado ainda possa retirar um lucro interessante.

Outro ponto de atenção são os valores de aluguéis que variam consideravelmente. Portanto, aquele acordo de aluguel que você tem na operação, ou o valor do investimento que você realizou 10 anos atrás para montar seu negócio, talvez não reflita a realidade do mercado.

Talvez, mais importante que olhar para o próprio umbigo (os royalties que eu quero receber) ou o umbigo mais próximo (nesse caso, o lucro do franqueado), seja avaliar o mercado.

Tome nota!

Temos público-alvo para gerar a demanda necessária para sustentar o negócio? Novamente, consigo visualizar a resposta de alguns leitores. “Claro, afinal tenho diversos clientes no meu negócio atual”. Infelizmente não é tão simples e fácil assim.

Quando falamos de uma rede de franquias de sucesso, pressupomos atuação em diversas praças diferentes. Talvez, aquele seu colega que mora em Penápolis, não consiga obter todo o sucesso que você imagina.

O único jeito de minimizar a chance de erro é uma só: fazer as contas.

Posts relacionados

Deixe um comentário