Vendas online: Como manter minha empresa lucrando mesmo com a pandemia

3 minutos para ler

O isolamento social gerado pelo novo coronavírus (Covid-19) causou impactos inimagináveis na economia do país. Afinal, muitos empresários tiveram que se adaptar a novas modalidades de trabalho como vendas online, ou manter a companhia fechada por tempo indeterminado.

Diante de um cenário de instabilidade econômica, é comum que empresários, líderes, e gestores se perguntem: como manter o lucro mesmo com a pandemia? Na verdade, a resposta para esse questionamento é simples: adotando uma postura correta.

Por incrível que pareça, vender mais na crise é viável, quando adotamos certas atitudes e ações inteligentes. É claro que, na maioria das vezes, será necessário criar um diferencial competitivo para manter o bom posicionamento de mercado. Isso não é problema para as redes de franquias que buscam constantemente a inovação, desde o início da operação.

Aliás, essa é uma característica fundamental para sobreviver em uma crise: a inovação. Com ela, você é instigado a sair do lugar. Fora esse elemento, que depende exclusivamente do empreendedor, existem alguns aspectos básicos para vender durante uma pandemia.

Sendo assim, para auxiliar você a manter o faturamento mesmo com a pandemia, separamos algumas dicas fundamentais para vender uma soleira de mármore na crise, por exemplo. Continue lendo!

4 dicas para vender na crise

Ao contrário do que muita gente pensa, não basta apenas um bom vendedor para vender mais na crise. Na verdade, é preciso ir além: adotar práticas estratégias para proporcionar o crescimento contínuo da organização.

Pensando nisso, que tal conhecer as nossas dicas de como vender mais na crise? Acompanhe:

1. Mantenha o bom atendimento nas vendas online

O atendimento é a peça chave de todo negócio. Dessa forma, é necessário desenvolver meios para aproximar o cliente, proporcionar um contato personalizado e, consequentemente, fidelizá-lo.

Qualquer empresa que deseja se destacar precisa atentar-se, também, aos canais de contato, como:

  • Telefone;
  • E-mail;
  • Redes sociais;
  • Chat online (se houver);
  • Entre outros.

2. Automotivação

Para contornar um período de instabilidade econômica é preciso, acima de tudo, acreditar no seu potencial. Além disso, confiar no seu produto, mesmo que seja uma carroceria de madeira, na marca e no serviço disponibilizado pela empresa são fatores determinantes para o sucesso.

Por isso, vista a camisa do seu time e garanta que todos os colaboradores estejam motivados com o negócio. Para isso, você pode adotar palestras, cursos, premiações, workshops, entre outras ações.

3. Feche parcerias

A construção de parcerias pode transformar a realidade do seu negócio. Vamos imaginar que você trabalha com porta contra incêndio e, frequentemente, recebe pedidos dos clientes para produzir uma porta comum.

Entretanto, você não vê vantagens em trabalhar com esse tipo de serviço ou não é a sua especialização. Nesse caso, é interessante buscar por uma organização do setor para concretizar uma parceria.

Em vez de realizar grandes investimentos de expansão, é mais econômico e rápido apostar nesse tipo de parceria.

Dica bônus: divulgação de vendas online

Geralmente, uma crise faz com que muitos empresários cortem os gastos com os meios de divulgação. No entanto, essa pode ser uma ação um pouco perigosa. Afinal, o marketing digital permite que você continue gerando as suas campanhas gastando menos.

Portanto, podemos dizer que é possível, sim, aumentar o número de vendas na crise. No entanto, é imprescindível adotar algumas pequenas mudanças, que podem fazer muita diferença no orçamento.

Posts relacionados

Deixe um comentário