Treinamento de franqueados: conheça 6 práticas para aplicar

6 minutos para ler

O sucesso da identidade de uma franquia só é possível a partir da criação de padrões muito bem definidos pela empresa — e a replicação desse modelo só é possível por meio da aplicação de um treinamento de franqueados eficiente.

Caso cada uma das pessoas que adquire sua franquia não siga seus padrões, em pouco tempo a empresa perde a identidade e tem a sua marca prejudicada no mercado, pois o cliente não sente a unidade entre cada ponto do negócio.

Para ajudar você não apenas a entender a importância de um treinamento de franqueados como também aplicar da melhor maneira essa prática, criamos este pequeno post com algumas dicas. Boa leitura!

A importância do treinamento de franqueados

O principal ponto dentro de uma estratégia de expansão por franquias é a transferência de know-how entre franqueador e franqueado, e isso só pode ser realizado por meio de uma rotina intensa e eficaz de treinamento.

Esse protocolo de aprendizagem não é essencial apenas para que o franqueado entenda os processos produtivos da empresa e possa reproduzi-los em seu ponto com sucesso, mas também para que ele esteja dentro da visão da marca e crie uma identidade geral.

O sucesso de uma rede de franquias depende da capacidade que ela tem de se apresentar do mesmo modo, independente do ponto em que o cliente estiver, passando uma imagem de unidade.

Além disso, o franqueado deve não apenas receber o treinamento, mas também ser capaz de repassá-lo com sucesso aos seus colaboradores locais, que serão responsáveis, do mesmo modo, por garantir a imagem da franquia perante os clientes.

Por conta disso, o treinamento deve ser constante e um monitoramento é necessário para garantir que todas as práticas e processos repassados estão sendo realizados com esmero pelo franqueado.

Um erro comum em franquias é repassar apenas um conhecimento inicial no momento em que a nova unidade é aberta. Porém, ao longo do tempo, é normal que o conhecimento comece a se perder ou novos colaboradores sejam admitidos, demandando uma atualização constante.

Práticas para melhorar o treinamento

Podemos listar diversas práticas com o intuito de melhorar o treinamento de seus franqueados, ou até mesmo desenvolver um novo modelo para esse fim em sua franquia. Porém, vamos citar apenas as principais.

JIN ACADEMY: cursos e treinamentos

1. Desenvolvimento de uma metodologia

O primeiro passo é, sem dúvida, a criação de uma metodologia de ensino que possa ser praticada de forma simples e fácil, e utilizada para repassar todos os conhecimentos acerca de seu negócio aos franqueados.

O ideal é sempre apostar em uma linguagem direta e simplificada, para que qualquer pessoa possa entender o que está sendo dito e evitar o surgimento de dúvidas em relação a explicação e não ao seu conteúdo.

2. Criação de uma documentação

A criação de manuais para consulta é essencial. Afinal, essa prática, além de facilitar o estudo, também permite que o franqueado consulte esporadicamente o material sempre que surgir qualquer dúvida.

Dessa forma, você diminui a incidência de erros e a necessidade de contato constante por parte do franqueado que se encontre com algum problema, sendo que ele mesmo pode revisitar o material a qualquer hora e tirar suas dúvidas.

3. Inserção de treinamentos práticos

A teoria é muito importante. Porém, criar uma rotina aliada a prática é fundamental, uma vez que, ao realizar todo o processo, o franqueado se sentirá muito mais confiante na hora de replicar as ações em sua unidade.

Para isso, você pode separar um determinado espaço na sede da franquia, o que permite que o franqueado não apenas realize as atividades na prática como já comece a se habituar com a rotina.

4. Implantação de um canal para dúvidas

Podem surgir algumas dúvidas que não foram sanadas durante o treinamento. Mesmo que você tenha desenvolvido um material muito bom para posterior consulta.

Por conta disso, o ideal é criar um canal especial para o recebimento desses questionamentos e suas respostas. O conhecimento acerca das principais dúvidas dos franqueados pode ser utilizado para melhorar e atualizar o seu modelo de treinamento.

5. Utilização de tecnologia

A tecnologia pode ofertar uma série de ferramentas interessantes na hora de disseminar o conhecimento para os seus franqueados. Uma das soluções mais interessantes para essa demanda são os ambientes de ensino à distância.

Essas ferramentas permitem a inserção de mídias. Além disso, permitem que o franqueado tenha acesso a tudo isso de qualquer lugar e a qualquer hora.

6. Divulgação bem estruturada

Nós já dissemos da importância de manter uma atualização constante de todos os seus franqueados. Porém, não basta apenas criar treinamentos. É preciso divulgá-los muito bem em sua rede de franquias para contar com o máximo de adesão.

Para isso, você pode estudar quais são as melhores datas e horas para realizar um treinamento e divulgar muito bem toda a programação. É interessante evitar horários de pico e feriados, pois a adesão pode ser baixa.

Como uma consultoria pode ajudar

Criar um modelo de franquia para o seu negócio é um desafio, pois são diversas as variáveis envolvidas nesse processo. Como por exemplo questões jurídicas, cadeia de suprimentos, logística entre outras.

Dentro de todas essas questões, o treinamento é apenas uma delas, mesmo que de grande importância. Por conta disso, contratar uma consultoria em franquias pode ser a melhor saída para não acabar negligenciando uma etapa tão fundamental do processo de franqueamento de um negócio.

Os consultores podem ajudar a desenvolver um treinamento eficiente. E dessa forma, transmitir todo o conhecimento necessário para os seus franqueados de forma simples e prática.

Além disso, a consultoria pode ajudar em todas as outras demandas de seu negócio. Isso facilita o processo e evita que você tenha qualquer problema no futuro.

Chegamos ao fim deste post! Esperamos que você tenha entendido a importância do treinamento de franqueados. Enfim, não ignore o impacto negativo que deixar de transmitir conhecimento a cada unidade da franquia pode causar.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para conhecer algumas dicas para melhorar a gestão de pessoas em um modelo de franquias!

Posts relacionados

Deixe um comentário