Comprar uma segunda franquia da mesma rede ou diversificar?

4 minutos para ler

Quem é empreendedor sabe: a vontade de crescer e ampliar os negócios não acaba. Mesmo se a sua primeira iniciativa teve sucesso e começou a trazer bons resultados, a maioria dos empresários já está olhando para o futuro e começa a pensar no próximo projeto. Quando o assunto é franquia, a dúvida que passa pela cabeça do empreendedor está em investir em uma segunda franquia da mesma rede ou diversificar, apostando em uma nova marca?

Como tudo na vida, a melhor resposta para essa questão depende da situação de cada empreendedor. Veja quais fatores devem ser medidos antes de você bater o martelo:

É preciso experiência para ser um multi franqueado

Um empreendedor que nunca trabalhou com franquias, mas que tem capital sobrando, pode facilmente se empolgar. No entanto, é preciso ter cuidado para não cometer o erro de adquirir mais de uma unidade logo de cara.

Por isso, o mais aconselhável é não queimar etapas. Primeiro, faça a experiência de ser um franqueado por um período determinado de tempo. Se a experiência for bem sucedida, você pode dar os passos seguintes para se tornar um multi franqueado. Assim, você vai medir o peso do trabalho nos períodos mais movimentados e saberá, finalmente, se está pronto para administrar outra unidade, independente se for da mesma marca ou de outra rede.

tudo sobre rede de franquias

Avalie o local do novo ponto comercial

Partindo do ponto de vista do empresário que deseja comprar a segunda franquia da mesma rede, é preciso saber se a praça onde ele atua permite a abertura de novas unidades. Caso a resposta seja negativa, ou seja, a marca só permite expansão em regiões distantes, você consegue gerir as duas unidades distantes fisicamente?

Você pode até delegar a função para uma outra pessoa, mas isso pode ser arriscado. O franqueado deve estar presente, sempre que possível. E com uma unidade em cada cidade, por exemplo, isso se torna mais complicado.

Nesse caso, vale analisar se o investimento em uma nova marca em um ponto mais próximo a franquia atual não é um melhor negócio.

serviço de geomarketing

Cuidado para não competir com você mesmo

Se você escolher a opção de diversificar suas atividades como franqueado, dê uma olhada no contrato da sua primeira franquia. Em muitos casos, ele proíbe o franqueado de abrir franquias concorrentes, independente do local da unidade.

Mas, mesmo que o contrato não tenha esse tipo de restrição, é preciso analisar se a nova rede não é concorrente da qual você já faz parte. Às vezes, a resposta não é tão óbvia, eles podem não ser concorrentes diretos, mas focarem o mesmo público-alvo. Por exemplo, uma franquia de chocolates pode concorrer indiretamente com uma unidade de perfumes se o grosso da clientela vai para os presentes rápidos, cenário comum em shoppings.

Claro que, muitas vezes, parece mais acertado e confortável investir em um mesmo nicho, por conta da experiência já adquirida. Mas, antes, avalie o risco de concorrência ‘interna’.

Analise a sua capacidade administrativa

Responda as seguintes perguntas. Você tem em mente que, ao ser um multi franqueado, você pode passar por um bom momento em uma unidade, enquanto a outra enfrenta uma crise? Ou, pior, o que fazer quando as duas unidades estão em situação delicada? Você vai conseguir atender, de modo satisfatório, todos os clientes em períodos de grande demanda, como o Natal, por exemplo? Por fim, você está preparado para gerir mais de um negócio simultaneamente?

Se você respondeu todas as perguntas acima positivamente, e com convicção, você já mostra sinais que pode ter sucesso no futuro como multi franqueado. Caso contrário, não tenha pressa e vá com calma. E, não custa lembrar que a experiência que você vem adquirindo com a primeira franquia facilita na gestão das novas unidades. Mas ela nunca vai substituir a necessidade de trabalho e esforço.

Posts relacionados

Deixe um comentário