Os cinco erros mais comuns dos vendedores

3 minutos para ler

Vender têm sido cada vez mais difícil, pois existem diversos cenários atualmente que dificultam o crescimento das vendas, economia, política e a desconfiança dos consumidores em tirar o seu dinheiro do bolso. Para te ajudar, listamos os cinco erros mais comuns dos vendedores que você e seu time de vendas devem evitar.

Os vendedores precisam estar aptos, aplicar todas a técnicas de vendas e encantar com negociações que para os clientes faça sentido. Não é só preço que faz com que os clientes comprem o seu produto ou serviço, é necessário também gerar uma experiência boa e inesquecível de compra.

Cinco erros mais comuns dos vendedores

Acompanhe abaixo os cinco erros mais comuns cometidos pelos vendedores nos processos de vendas atuais.

1. Falar apenas das características dos produtos ou serviço

Muitos vendedores gostam de ressaltar todas as características falando sem parar do produto ou serviço. Entretanto,  o que o cliente realmente quer saber é sobre como aquelas características serão benéficas no dia a dia. Por isso, fale mais sobre benefícios e menos sobre características.

2. Ter uma postura inadequada

Uma postura inadequada é um dos principais motivos que levam um cliente a desistir de uma compra. Não ignore os clientes, não masque chiclete enquanto fala com ele e muito menos forme grupinhos. Faça um atendimento diferenciado. Nesse sentido, dê toda a atenção as necessidades do cliente e escute-o. Seja entusiasmado, atencioso e gere encantamento.

3. Não pedir indicação

Não pedir indicação é um erro primário de todo vendedor. A venda é um bom momento bom para gerar novas oportunidades de vendas. Os clientes não se incomodam com a solicitação de indicação. Aliás, se ele for bem atendido, com certeza te indicará espontaneamente. Então, cultive o hábito de solicitar ao seu cliente indicações. Isso fará com que suas vendas cresçam consideravelmente.

4. Depreciar o preço do seu produto ou serviço

Outro erro grave que os vendedores cometem é depreciar o preço de seus produtos ou serviço. Acredite, muitos acham que o cliente fica mais suscetível a comprar assim. Não se engane! Cliente quer qualidade e atendimento diferenciado. Logo, isso tem um preço. Mantenha seu preço num patamar justo em relação ao mercado. Não utilize o discurso de que hoje o preço está mais baixo por algum motivo, pois o cliente não dá valor a isso. Tenha sempre três camadas de preço para negociar: um mais alto, um médio e o preço mínimo, que não impacte o preço de custo.

5. Dar muitos descontos

Dar descontos aos clientes é um erro fatal. Nem sempre o cliente pede desconto porque acha o preço caro, mas sim porque não conseguiu enxergar valor. O segredo é começar com valores menores, entre 2 e 5% ao invés de 20 a 30%  de cara. Afinal, o cliente sempre vai pedir mais, então é melhor sair de 5% para 10% do que sair de 30% para 50%. Pense nisso!

Enfim, de nada adianta saber de tudo na teoria e não aplicar. Vendedores sempre acham que não precisam mudar seu modo de atuação e trabalho, mas o cliente está mais exigente. Adquira novos hábitos e tenha novos resultados.

colaboradores são fundamentaisPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário