Saiba como melhorar a gestão da sua empresa com o benchmarking

6 minutos para ler

Todo empresário busca excelência no atendimento, qualidade nos produtos ou serviços que oferece, comunicação eficaz e preços competitivos. Mas como saber se a estratégia utilizada é a correta? O mais indicado é sempre analisar a concorrência para uma visão mais clara e holística do mercado e, para isso, existe o benchmarking.

Essa ferramenta de marketing otimiza as chances de crescimento da empresa ao comparar com os concorrentes, práticas e resultados, sempre com o objetivo de melhorar os processos internos ou as vendas.

Quer saber mais sobre o benchmarking e como aplicá-lo no seu negócio? Então, siga a leitura do post.

O que é benchmarking?

A palavra benchmarking significa, basicamente, referência. Sendo assim, a busca pelas melhores práticas realizadas pelas empresas de um mesmo setor por meio da comparação de indicadores e resultados é o objetivo final dessa metodologia.

Qualquer empresário precisa ter em mente que conhecer a concorrência é fundamental na gestão de um negócio. Afinal, apenas analisando o que está dando certo ou errado no mercado é possível aprimorar estratégias e processos. Dessa forma, pode-se reconhecer práticas simples que fazem toda a diferença na produtividade da empresa, incorporando-as, assim, na rotina de trabalho.

Porém, esse processo exige certos cuidados. Não adianta, a partir dessa comparação, tomar decisões que não sejam compatíveis com o perfil da empresa. Isso porque nem sempre uma determinada ação que funcionou para o concorrente terá o mesmo efeito no seu negócio.

Sendo assim, no benchmarking é fundamental levar em consideração os produtos que a empresa oferece, seus objetivos e posicionamento no mercado. Com isso, é possível preservar a identidade da marca. Além disso, com a ajuda dessa ferramenta você também pode:

  • encontrar lacunas na sua estratégia e tomar melhores decisões;
  • melhorar seu produto ou serviço;
  • identificar oportunidades perdidas;
  • ganhar eficiência operacional;
  • descobrir formas de como reduzir custos e aumentar a produtividade;
  • conhecer melhor seus clientes;
  • prever os próximos passos dos concorrentes.

O objetivo do benchmarking é que a empresa alcance a evolução e se nivele à concorrência — ou até mesmo a supere —  por meio da vantagem competitiva.

Qual a importância do benchmarking em franquias?

O mercado de franquias, além das marcas concorrentes, envolve as unidades de uma mesma empresa que atuam em localidades distintas. Sendo assim, a base de comparação acaba sendo mais extensa e o processo mais complexo.

O benchmarking de franquias concorrentes do mesmo segmento leva em conta o que qualquer empresa analisaria. Porém, é necessário considerar também o funcionamento das unidades da mesma rede dentro do plano de expansão e do controle de qualidade da marca, do tipo e tamanho de loja, região onde atua etc.

Na verdade, quando se trata de franquia, essa comparação entre as unidades é o principal motivo para se utilizar a metodologia, já que ajuda na padronização da qualidade. Isso porque, sem ela, a rede começa a perder qualidade e, consequentemente, clientes.

Confira o que é possível analisar — tanto entre lojas de franquias da mesma marca quanto entre concorrentes — com o auxílio do benchmarking:

  • tecnologia de produção;
  • políticas de trabalho e atendimento;
  • controle de qualidade e programas de treinamento de franqueados;
  • estratégias de expansão;
  • campanhas de produtos.

ebook sobre formatação de franquias

Como fazer a análise da concorrência?

Existem diversas maneiras de realizar essa análise, porém, uma das dicas mais importantes é saber quais concorrentes serão estudados e quais os pontos deverão ser monitorados.

Além disso, é fundamental que o bechmarking se torne uma prática da empresa, desenvolvida por todos os departamentos.

Dessa forma, a equipe de marketing poderá monitorar a presença digital da concorrência, como ela está divulgando seus produtos, a imagem da marca etc. Já a equipe de vendas conseguirá analisar os preços, o atendimento, as promoções, os canais de vendas online e offline. Enquanto isso, a equipe de produto fará o monitoramento dos similares do mercado, as novidades, entre outros pontos.

Para você entender melhor confira, a seguir, um passo a passo para um benchmarking eficiente:

Escolha os concorrentes

Como vimos, é fundamental saber quais empresas serão analisadas. Para isso, você pode escolher as três maiores do segmento, por exemplo. Mas também é interessante monitorar aquela que está crescendo rapidamente ou, ainda, a organização que tem área de atuação e tamanho muito parecidos com o seu negócio.

Identifique seus pontos fortes e fracos

Somente sabendo quais são as principais fortalezas e fraquezas da sua empresa, você conseguirá decidir os pontos que precisa analisar na concorrência.

Isso porque a comparação que o bechmarking proporciona mostra como você pode melhorar os pontos fracos, e se os seus pontos fortes são tudo o que você imagina mesmo.

Para tanto, escolha de 3 a 10 itens prioritários para a avaliação das empresas concorrentes.

Colete dados

Há diferentes maneiras de se coletar dados e informações. Para se analisar a presença digital de uma companhia, por exemplo, é necessário acessar o seu site e redes sociais, verificando como ela está posicionada nos mecanismos de busca e, ainda, se há reclamações de clientes registradas na internet e a velocidade de resposta.

Teste o produto

Visitar pontos de venda, simular uma compra e testar o produto também garante uma análise mais precisa — além de bons insights. No caso da franquia, essa prática é decisiva para uma comparação entre as unidades e os ajustes necessários.

Faça pesquisa de mercado

A opinião dos consumidores é fundamental para que você entenda o posicionamento da sua empresa em relação à concorrência. Por meio de uma pesquisa de mercado, você poderá saber:

  • a avaliação dos consumidores sobre o produto de diferentes empresas;
  • qual a marca que os entrevistados costumam comprar e por qual motivo;
  • a opinião dos clientes sobre a experiência de compra na concorrência.

Enfim, seguindo esses passos você conseguirá realizar uma análise precisa das empresas concorrentes, descobrindo as táticas mais eficientes e que poderão ser absorvidas pelo seu negócio. Lembre-se de que, por vezes, a comparação, até mesmo com setores diferentes, pode ser interessante, já que elucida ideias e promove a inovação.

No caso de uma unidade de franquia, o benchmarking ainda poderá ajudar a manter a padronização necessária para o sucesso do negócio e a adotar estratégias que fazem com que algumas lojas se destaquem mais.

Gostou de nossas dicas? Quer saber mais sobre o assunto? Então leia nosso artigo “Como a análise de mercado pode determinar o futuro da empresa“.

Posts relacionados

Deixe um comentário