Entenda o que é e como tornar seu negócio escalável no varejo

6 minutos para ler

Preparar-se para o avanço no varejo é válido para não sofrer com erros pelo caminho. Mas afinal, o seu projeto está pronto para lidar com as demandas que provêm do crescimento? Entenda nesse artigo o que é e como tornar seu negócio escalável.

O que é um negócio escalável?

Primeiramente temos de entender o termo escalável na área dos negócios. Esse conceito para empresas pode ser visto como a capacidade que um grupo tem de criar em escala, por exemplo, atendendo a todas as demandas, sem perder qualidade. Ou seja, é o potencial de avanço de um negócio!

Por exemplo, digamos que uma empresa comece vendendo cerca de 1.000 produtos por mês, e o mercado se encontra aquecido nesse momento, levando à melhora dos negócios. No próximo mês suas vendas crescem para 1.500 e, no outro mês, para 2.000 produtos.

No exemplo tivemos um aumento de 100% nas vendas em três meses. Portanto, ser escalável é lidar com esse avanço simples e sem perdas. E, dessa forma, ser capaz de atender as demandas dos clientes.

Faz parte do conceito de negócio escalável a busca pelo crescimento e desenvolvimento da empresa. Isso ocorre de forma natural, mas também deve ser reforçado.

Quais são as características da escalabilidade?

São várias as características vistas em empresas de varejo escaláveis. Vamos listar algumas, que você pode observar nos grandes negócios.

Simplicidade de execução

Uma das principais chaves de um negócio escalável no varejo é a clareza de operação de seus processos. Não deve ser necessário muito treino para que um funcionário possa cumprir suas obrigações e atividades dentro da empresa.

Isso facilita a contratação de funcionários de acordo com o crescimento da empresa. Também facilita a adaptação às rotinas e reduz possíveis custos com treinamentos.

Processos automatizados

Outro item aparente em negócios escaláveis é a robotização de etapas. Automatizar parte das tarefas facilita o avanço da empresa, que não precisa de muitos funcionários enquanto as demandas aumentam.

Rotinas automatizadas, por outro lado, também garantem a criação e manutenção de padrões nos processos da empresa, impedindo que colaboradores tomem decisões erradas, gerando falhas nos processos.

Marketing de grande alcance

O negócio deve estar pronto para alcançar o maior número de clientes, e isso é feito por meio de uma estratégia de marketing de longo alcance.

Dessa forma, as empresas de varejo já estão investindo mais na internet para melhorar o alcance sobre seu público-alvo. Tal ação consome menos recursos e é mais efetivo.

Quais são os benefícios de um negócio escalável?

Planejar a escalabilidade da empresa garante o avanço natural do negócio, o que atrai investidores e um maior número de parceiros que podem ser bons. Confira as vantagens:

Atração de investimentos

Uma empresa em crescimento e pronta para lidar com isso, por exemplo, acaba atraindo mais pessoas e outros negócios visando realizar parcerias.

Tal situação agrega valor para a empresa e contribui ainda mais para o seu avanço no mercado perante os seus concorrentes. A escalabilidade garante um retorno sobre o investido, que é o fator de atração para os investidores.

Atendimento com qualidade

Ao planejar a escalabilidade do negócio, a empresa está pronta para lidar com o aumento visível da demanda por seus produtos no varejo e não sofrerá para atender esse aumento.

Assim, um dos prós de se aplicar esse processo é manter a qualidade do atendimento aos clientes, mesmo com o aumento na demanda. Esse é um dos pontos válidos buscados pelas empresas ao planejar um negócio escalável.

Redução de custos

Crescer demanda maiores custos de processo do negócio. Quanto menor seu estudo em relação ao avanço, maiores serão seus gastos para suportar esse progresso.

Ao planejar a escalabilidade da empresa você está preparado para as demandas futuras e já saberá lidar com o crescimento acelerado do negócio, por exemplo.

Como alcançar um negócio escalável?

O ideal é planejar a escalabilidade da empresa junto à seu avanço. Porém, realize esse processo também após iniciar suas atividades.

Analise o negócio

Entender todas as atividades geradas na empresa e seus indicadores é o primeiro passo. Para o varejo, os números válidos são o custo de compra e o custo de venda.

É preciso analisar como o avanço da empresa e suas mudanças se relacionam com os dois indicadores acima. Caso os dois cresçam de acordo com o progresso do negócio, sua empresa não é escalável e é preciso trabalhar nessas questões.

Planeje o crescimento

A sua empresa de varejo pode não ser escalável no momento. Porém esse fato não impede que seu negócio cresça por meio de mudanças. É preciso planejar o crescimento, checando quais são os principais pontos que devem ser trabalhados.

Ao visualizar o futuro e as dificuldades enfrentadas no aumento das vendas, é possível realizar mudanças no modelo de negócio, a fim de se preparar para esses desafios.

Automatize funções

Um padrão de atividades é uma das melhores maneiras de se manter a qualidade, mesmo com o aumento das suas vendas. Esse padrão pode ser alcançado por meio da automatização das rotinas.

Investir para mecanizar processos garante a diminuição de erros durante as ações, e menor demanda de mão de obra para a realização das rotinas da empresa, facilitando o avanço acelerado do negócio.

Um negócio escalável no varejo pode atingir picos de crescimento rápido e tomar boas posições no mercado em relação aos concorrentes, por exemplo, lidando de forma simples com os desafios que podem surgir com o rápido avanço. Contar com uma consultoria empresarial pode ser uma boa saída para buscar a escalabilidade em seu negócio.

Gostou das dicas e quer conferir outros posts interessantes? Siga-nos nas redes sociais — Facebook, LinkedIn e Twitter — e não perca nossas publicações!

Posts relacionados