Afinal, o que é e como funciona uma franquia virtual?

6 minutos para ler

Com os avanços tecnológicos, as opções de investimento e expansão de empresas se diversificaram. E entre as alternativas disponíveis, a franquia virtual é a que mais tem se destacado.

As franquias baseadas na internet são ótimas opções de investimento, até mesmo em tempos de recessão financeira. Elas servem também para as empresas que já têm uma loja física estabelecida.

Para que você entenda mais sobre as franquias virtuais, continue a leitura deste artigo. Aqui explicamos o que é e quais são as vantagens e desvantagens desse modelo de negócio. Acompanhe!

O que é uma franquia virtual?

Com a facilidade de acesso à internet no país, cresceu o número de brasileiros que preferem a praticidade que as lojas online oferecem para a compra de produtos e serviços. Então, como resposta a essa tendência, as franquias virtuais passaram a ser uma boa opção de empreendimento.

Funciona de forma semelhante às franquias tradicionais. O franqueado apresenta a documentação para obter a licença de uso da marca de uma rede franqueadora e, quando aprovada, obtém todo o apoio que a rede oferece.

Mas em troca do direito de uso da marca, do know-how, da divulgação, do marketing e da consultoria sobre gestão empresarial, o franqueado se compromete a seguir todas as regras e práticas originais. A missão, a visão e os valores da franquia se tornam os norteadores do novo negócio.

A porcentagem de royalties sobre a venda bruta é paga do mesmo jeito, seguindo os parâmetros da Lei de Franchising (8.955/95).

Portanto, a principal diferença da franquia virtual está no meio necessário para que ela exista. Toda a estrutura é montada na internet. Além dos já conhecidos e-commerces, é possível investir em franquias de instituto de educação, compras coletivas, agências de viagem e demais negócios que dispensam o espaço físico ou estruturas similares.

ebook sobre rede de franquias

Quais são as vantagens da franquia virtual?

As franquias virtuais apresentam muitas vantagens. Listamos algumas para que você tenha certeza de que essa modalidade oferece o que você procura.

1. Baixo custo de investimento

Os valores iniciais são inferiores ao investimento das franquias tradicionais. Como não é necessário alugar um imóvel comercial ou manter uma grande equipe de colaboradores, os custos fixos caem consideravelmente.

Não é preciso se preocupar também com o marketing, com a criação da marca, com alvarás de funcionamento, com a compra de equipamentos exigidos pelas franqueadoras de lojas físicas ou com o grande número de treinamentos necessários para atender um cliente pessoalmente. Por fim, é dispensado o investimento para desenvolver e programar sites, pois geralmente as franquias já oferecer essa facilidade.

Não deixe de pesquisar sobre os benefícios que o franqueador disponibiliza antes de assinar o contrato para não correr o risco de ter despesas não calculadas depois.

2. Negócio já consolidado

Sabe aquele trabalho todo de divulgar uma nova empresa? Você não vai precisar se preocupar com isso! Mesmo que ainda exista o risco de o negócio não prosperar, as chances de sucesso são bem maiores.

Outro ponto positivo é a aceitação dos consumidores. Como a marca já é de conhecimento do público e já existem ações de marketing testadas e aprimoradas, o empreendedor elimina essa preocupação com a divulgação e sai na frente de muitos concorrentes.

Não podemos deixar de citar ainda o know-how. Todo o material de treinamento já está desenvolvido. O franqueado só terá o trabalho de planejar a capacitação e garantir que os procedimentos estejam padronizados com o que é exigido pela marca.

3. Suporte de qualidade

É aconselhável fazer um plano de negócios sempre que for abrir um empreendimento. Entretanto, muitos empresários não disponibilizam desse tempo ou de conhecimento para elaborar um planejamento de qualidade. Nesse caso, contar com um franqueador consolidado permite eliminar essa barreira e ganhar tempo para inaugurar o site.

Além disso, não será preciso se preocupar com as campanhas de marketing. Existe um rateio entre os franqueados para que a própria marca faça todas as ações. Você só terá o trabalho de se adaptar às exigências. Não precisará fazer pesquisa de mercado para analisar a viabilidade das promoções.

E as desvantagens?

Não é pelo fato de estar crescendo muito no país que a franquia virtual não tem desvantagens. É preciso conhecer os pontos negativos antes de se aventurar nesse modelo de negócio. Confira os principais:

1. Pouca flexibilidade

O know-how oferecido pode ser uma vantagem e desvantagem. Os controles sobre as operações do franqueado são constantes e permanentes. É preciso passar por diversas auditorias para provar que os procedimentos padrão estão sendo seguidos.

Quando o resultado das avaliações é negativo, o empreendedor corre o risco de perder o direito da franquia — e o contrário também acontece. Se as ações do franqueador não forem eficientes, o fracasso é compartilhado por toda a rede.

2. Redução da qualidade

Quando uma pessoa opta por uma franquia, é porque ela acredita no que vai vender, e assim deve ser durante toda a parceria. Entretanto, existe o risco do franqueador alterar padrões que impactam negativamente na qualidade do produto ou serviço prestado.

Como as opções são seguir o estabelecido ou encerrar o contrato, muitos empreendedores ficam sem saída. A maneira de estar preparado para essa situação é fazer uma pesquisa sobre a marca, analisando a reputação e a uniformidade com o passar dos anos.

3. Menor retorno

Esse risco pode ser ainda maior quando o empresário não tem disciplina. Pelo fato de ser dono da própria rotina e, muitas vezes, o escritório ser dentro de casa, é comum a perda de foco e as interrupções.

Além disso, algumas pessoas encontram dificuldades para fazer a gestão de atendimento. Como a empresa não está vendo o cliente, fica mais difícil identificar o perfil de cada consumidor e, dessa forma, garantir a fidelização.

Apesar dessas desvantagens, os pontos positivos são superiores. Isso faz com que a modalidade seja atrativa e se destaque em relação aos modelos tradicionais em diversos pontos. No entanto, para que isso aconteça, a dedicação do empresário deve ser a mesma de um empreendedor de lojas físicas. O resultado só vem com muito esforço.

Se você quer ficar por dentro de dicas para alavancar as vendas na sua franquia virtual ou entender um pouco mais sobre o negócio, assine a nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário